PRESS

Por Guilherme Champs Castro Borges

Recentemente, a Receita Federal editou a Instrução Normativa 1611 de 2016. A IN prevê que “a partir de 1º de janeiro de 2016, os valores pagos, creditados, entregues, empregados ou remetidos para o exterior, destinados ao pagamento de prestação de serviços decorrentes de viagens de turismo, negócios, serviço, treinamento ou missões oficiais sujeitam-se à incidência do IRRF à alíquota de 25% (vinte e cinco por cento)”.

É que até 31 de dezembro de 2015 estava em vigor uma suposta isenção instituída pelo artigo 60, da Lei 12.249 de 2010[1], segundo o qual os contribuintes estariam isentos do imposto de renda na fonte quand...

Please reload

"Não quero um advogado para me dizer o que eu não posso fazer. Eu o contrato
para dizer como fazer o que eu quero fazer"

John Pierpont Morgan

©2020 Champs Corporate Law. Todos os direitos reservados.